social_poster_plugin

Regras b√°sicas para executar acordes para guitarra e escalas subjacentes.


Como se formam acordes para a guitarra

Este é o primeiro assunto que gera alguma confusão. A nota tonal do acorde deve ser sempre a mais grave na formação do acorde. Num piano isto é fácil, porque a disposição do teclado permite simplesmente deslocar a mão, mantendo-se como referência a nota tonal. Porém, numa guitarra, não é assim tão fácil, porque é preciso encontrar a disposição dos dedos que permite tocar só as notas que pertençem ao acorde e, ainda por cima, a nota tonal deve ser a mais grave a ser tocada.
Idealmente as notas devem ser tocadas na ordem da escala subjacente e, se poss√≠vel, “resolver” tamb√©m na nota tonal.
Se as notas do acorde não forem tocadas pela mesma ordem da escala subjacente, então diz-se que o acorde está invertido. Isto leva a outra confusão frequente na notação dos acordes: A nota de baixo alterada ou a inversão do acorde. Veja o seguinte exemplo:

 
 
 
 
 
 

displaychord(“ch1″,”ch2″,”x 3 2 0 1 0″,”drawnotes”)

 
 
 
 
 
 

displaychord(“ch3″,”ch4″,”0 3 2 0 1 0″,”drawnotes”) Ambos os acordes apresentados s√£o formas do acorde de D√≥ Maior. Por√©m, repare que na segunda imagem estamos a tocar tamb√©m a nota E (Mi). Como a nota E perten√ße ao acorde de D√≥ Maior, o acorde n√£o foi alterado mas est√° invertido. A simbologia deste acorde pode ser escrita de duas formas: CE ou Cinv I.
Então onde está a confusão ? Bom, o problema é que a notação CX também pode ser utilizada para acrecentar uma outra nota ao acorde de Dó. Por exemplo CF# significa um acorde de Dó, acrecentando também a nota F# à nota grave. Porém a nota F# não pertençe ao acorde de Dó maior, o que quer dizer que o acorde foi alterado.
 
Escala do acorde:
Para podemos começar a ver como se formam os vários tipos de acordes ainda temos que explicar o fundamental: a escala subjacente ao acorde e que permite a sua construção. Vamos supor um acorde baseado na nota tonal de Dó, a escala subjacente está na tabela que se segue:

C C#
Db
D D#
Eb
E F F#
Gb
G G#
Ab
A A#
Bb
B C C#
Db
D D#
Eb
E F F#
Gb
G G#
Ab
A
R(1) m2 2 m3 3 4 b5 5 m6 6 m7 7 8 m9 9 m10 10 11 b12 12 m13 13

A tabela é importante porque caracteriza os intervalos da escala de Dó. Repare no pormenor da designação das notas da escala de Dó: os graus 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7 e 8 correspondem à escala maior de Dó. As restantes notas são diminuídas em relação à escala. Esta tabela aplica-se a todas os acordes. Por exemplo, em qualquer acorde de Ré Sustenido a escala subjacente é a que está na tabela que se segue:

D#
Eb
E F F#
Gb
G G#
Ab
A A#
Bb
B C C#
Db
D D#
Eb
E F F#
Gb
G G#
Ab
A A#
Bb
B C
R(1) m2 2 m3 3 4 b5 5 m6 6 m7 7 8 m9 9 m10 10 11 b12 12 m13 13

J√° se est√° mesmo a ver de onde v√™m aquelas designa√ß√Ķes esquisitas tipo Eb6/9 ou D#m7b5, ou n√£o est√° ? Esperem a√≠ que a nomenclatura ajuda mas existem uns pormenores de malvadez que vamos explicar quando chegarmos aos acordes de S√©tima.

 


Like it? Share with your friends!

guitarrista

Nasceu em 1993. No tempo livre toca guitarra, aprendeu sozinho e n√£o sente a necessidade de um professor, porque o Google sabe todas as coisas. Aconselha a todos que queiram aprender a tocar guitarra sem gastar um centavo a acessar o blog tocar-guitarra.com
Choose A Format
Lista Classificada
Votação para escolher o melhor item da lista
Personality quiz
Uma s√©rie de quest√Ķes que revelam que m√ļsico tem a sua personalidade
Sondagem
Vota√ß√Ķes para tomar decis√Ķes ou determinar opini√Ķes
Vídeo
Youtube, Vimeo or Vine Embeds
Story
Formatted Text with Embeds and Visuals
Open List
Submit your own item and vote up for the best submission
List
The Classic Internet Listicles
Audio
Soundcloud or Mixcloud Embeds