Compositor revela geometria escondida por detr√°s dos acordes musicais

Compositor revela geometria escondida por detr√°s dos acordes musicais

Redação do Site Inovação Tecnológica Р10/07/2006

Compositor revela geometria escondida por detr√°s das acordes musicais

O que a topologia e a geometria n√£o-Euclidiana t√™m a ver com m√ļsica? Muito, como prova a pesquisa de Dmitri Tymoczko, cientista da Universidade de Princeton, Estados Unidos. Ele criou uma forma de visualiza√ß√£o, um mapa, que ajuda a entender a estrutura musical.
Para se ter uma id√©ia da import√Ęncia da descoberta do Dr. Tymoczko, basta ver que, embora acostumada a falar de virtualmente todos os assuntos cient√≠ficos, a revista Science, em seus 127 anos de exist√™ncia, nunca antes havia publicado um artigo sobre teoria musical.
“Eu n√£o estou tentando dizer √†s pessoas qual estilo de m√ļsica soa melhor, ou quais compositores se deve preferir,” diz o cientista, ele pr√≥prio um compositor. “O que eu espero fazer √© oferecer uma nova forma para representar o espa√ßo das possibilidades musicais.”
“Se voc√™ gosta de um acorde em particular, ou grupo de notas, ent√£o eu posso mostrar a voc√™ como encontrar outros acordes similares e lig√°-los para formar melodias atrativas. Esses dois princ√≠pios – utilizar acordes atraentes e conectar suas notas para formar melodias – tem sido central para a m√ļsica ocidental nos √ļltimos mil anos,” explica Tymoczko.
A representa√ß√£o gr√°fica da m√ļsica n√£o √© exatamente uma id√©ia nova. Mesmo quem n√£o sabe nada de m√ļsica reconhece uma partitura musical quando v√™ uma. Outra representa√ß√£o, n√£o t√£o comum, √© o c√≠rculo das quintas, que representa as rela√ß√Ķes entre as 12 notas na escala crom√°tica como se elas fossem as 12 horas de um rel√≥gio.
Mas a cria√ß√£o do Dr. Tymoczko tenta captar a complexidade que a m√ļsica atingiu nos √ļltimos 100 anos. A teoria tradicional da m√ļsica exige que acordes harmonicamente aceit√°veis sejam constru√≠dos por notas separadas por dois passos na escala. Mas muitos compositores do s√©culo XX n√£o atenderam a essa exig√™ncia. O resultado s√£o agrupamentos de notas seq√ľenciais – dissonantes pelo padr√£o cl√°ssico.
“Isto me levou a querer desenvolver um modelo geom√©trico geral, no qual qualquer acorde conceb√≠vel seja representado por um ponto no espa√ßo. Desta forma, se voc√™ ouvir qualquer seq√ľ√™ncia de acordes, n√£o importando o qu√£o pouco familiar eles sejam, voc√™ continuar√° podendo represent√°-los como uma s√©rie de pontos no espa√ßo. Para entender a rela√ß√£o mel√≥dica entre esses acordes, voc√™ conecta os pontos com linhas, que representam como voc√™ ter√° que mudar suas notas para passar de um acorde para o pr√≥ximo,” resume Tymoczko.

Bibliografia:

The Geometry of Musical Chords
Dmitri Tymoczko
Science
7 July 2006
Vol.: Vol. 313. no. 5783, p. 13
DOI: 10.1126/science.313.5783.13c

Coment√°rios

coment√°rios

guitarrista

Nasceu em 1993. No tempo livre toca guitarra, aprendeu sozinho e n√£o sente a necessidade de um professor, porque o Google sabe todas as coisas. Aconselha a todos que queiram aprender a tocar guitarra sem gastar um centavo a acessar o blog tocar-guitarra.com

Parceiros

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.

Pular para a barra de ferramentas